Home - CAD Versão Português English Version Versione Italiana

No profissional, CAD quer seguir evolução alcançada na base

09 de Outubro de 2012 (Terça-Feira)

CAD NA MÍDIA

A estreia na quarta divisão do Campeonato Paulista profissional traz grande expectativa aos dirigentes do Clube Atlético Diadema (CAD), mas o clube promete se espelhar no trabalho realizado na base. A equipe do ABCD paulista considera ter alcançado a consolidação nas competições até a categoria sub-20.

“Eu posso garantir que nós já somos respeitados nas categorias de base, já ganhamos um título do Torneio Brasil-Japão contra o Corinthians”, diz o coordenador de futebol do Diadema, Leonidas Barbosa. “Recentemente, o Corinthians veio jogar conosco aqui em duas categorias. Nós ganhamos no sub-11 (1 a 0) e perdemos no sub-13 (2 a 1)”, emenda.

Na cidade em que nasceu Denilson, uma das estrelas do título mundial da Seleção Brasileira de 2002, o CAD demonstra orgulho de alguns meninos que saíram de sua peneira para clubes maiores. O volante Nem está entre os profissionais e desfila o seu futebol pelo interior gaúcho. Em outros casos, o clube fez parcerias para dar visibilidade aos atletas.

“Temos dois jogadores no Corinthians, um deles é o Lucas Pageu, que está com 18 anos. Se esse menino for negociado, ganhamos 70% do valor. O outro é o João, que está com 17 anos. Por fim, temos mais cinco no Juventus”, revela Leonidas Barbosa.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Jovens do Clube Atlético Diadema recebem elogios pelos resultados nas categorias de base.

A falta de espaço no CT do Taperinha ainda traz limitações ao Diadema para alojar os jovens. Apenas nove meninos – sendo dois japoneses que vieram de um intercâmbio com um colégio – moram em um quarto com beliches. “Nós queremos ter mais garotos aqui”, avisa Leonidas Barbosa.

Os treinos das categorias também são restritos pela falta de espaço no Centro de Treinamento. As equipes sub-11 e sub-13 trabalham duas vezes por semana. As categorias sub-15, sub-17 e sub-20 cumprem as atividades diárias no período entre 11 e 18 horas.

A fama de pequeno traz, por outro lado, problemas ao Diadema na questão da concorrência dos times grandes por suas revelações. “Quando ganhamos um torneio, um dos nossos meninos foi levado pelo Palmeiras, o pessoal começou a conversar com o rapaz logo depois do jogo. Ele tinha 15 anos e não havia contrato”, lamenta Leonidas Barbosa.

No projeto das categorias de base, o próximo passo do Diadema é garantir a vaga na Copa São Paulo de Juniores de 2013. O clube só poderá disputar a competição caso a cidade consiga se tornar uma das sedes da competição.

http://www.gazetaesportiva.net/noticia/2012/10/bastidores/no-profissional-cad-quer-seguir-evolucao-alcancada-na-base.html

Fonte: Gazeta Esportiva

VOLTAR

PATROCINADORES
FILIAÇÕES
APOIADORES
   
  FacebookTwitter
© CAD - Clube Atlético Diadema | Criação de Sites .com.br