Home - CAD Versão Português English Version Versione Italiana

Ex-corintiano Ataliba comanda time de Diadema na série B do Paulistão

27 de Maio de 2013 (Segunda-Feira)

CAD NA MÍDIA

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,ex-corintiano-ataliba-comanda-time-de-diadema-na-serie-b-do-paulistao,1036135,0.htm

Ataliba foi tricampeão paulista jogando por Corinthians e Santos na década de 80

Denise Bonfim - O Estado de S.Paulo

SÃO PAULO - Carisma. É assim que Ataliba, ex-jogador do Corinthians, Santos e Juventus, é descrito por todos que o rodeiam em Diadema. Desde o início da Série B do Campeonato Paulista, a quarta divisão do Estadual, ele treina o time que leva o nome da cidade. O Clube Atlético Diadema ainda tenta buscar seu espaço entre os clubes do ABC Paulista. E Ataliba encara esse desafio com muito profissionalismo e bom humor. Também é sua primeira vez como técnico.

Ponta-direita, Ataliba começou na categoria Dente de Leite do Corinthians, antigamente a melhor porta de entrada para a garotada. Em 1974, ele se transferiu para o tradicional clube da Rua Javari, na Mooca, onde ficou até 1982. Voltou ao Parque São Jorge no período da Democracia Corinthiana. "Lá, a gente ouvia e se expressava, e deu certo. Foram dois anos que ficaram marcados". O bom momento não foi só político. E em 82 e 83, ao lado de Sócrates, Zenon, Casagrande e companhia, sagrou-se bicampeão paulista. O time marcou a vida do ex-atleta. "Torço para o Corinthians até hoje por causa daquele tempo. E vou torcer sempre", diz.

Amparado pelo consistente time do Corinthians naquele começo de anos 80, Ataliba marcou 25 vezes em 138 jogos. Em 1984, foi para o Santos conquistar seu tri-paulista. "Eu nem ia! O Serginho Chulapa queria que eu fosse. Eu disse que lá (no Santos) não pagava... Aí ele garantiu que o nosso (salário) saía sem falta!(risos). Então eu fui, e foi legal pra caramba." Seu último ano como jogador foi em 1990. Antes de assumir um outro papel dentro de campo, Atilaba trabalhou em uma empresa de vale refeições até surgir o convite para ser técnico. "O Paulo Lofreta, presidente do CAD (Clube Atlético Diadema) e dono do local onde eu trabalhava, disse que eu ia assumir o time profissional. Pensei que ele estava de brincadeira! Aí o telefone toca: 'o Paulo quer você na sala dele agora'. Caramba!" Foi quando Ataliba percebeu que a conversa era pra valer.

O CAD é a mais nova equipe do ABC Paulista na Série B do Paulistão. Fundado em 2010, o recém-nascido investe nas categorias de base. Mas pelo primeiro ano, aparece no profissional com o desejo de não ser apenas um figurante. Ataliba é o técnico e na condição de manda-chuva, tenta resgatar um pouco de sua antiga posição. "Ponta-direita daquele jeito, hoje, não tem mais. Eu uso os que tenho no elenco, mas é raro. Hoje é tudo 'ala' e 'meia'. Vem um monte de garoto para fazer testes, ou às vezes me ligam oferecendo um ou outro. Só tem 'meia' agora. Tá ruinzinho, mesmo."

Sob o comando de Ataliba, o Diadema cresce aos poucos. Em cinco jogos, é terceiro colocado do Grupo 8 com duas vitórias, duas derrotas e um empate. Exigente, o treinador comanda os treinos no CT Taperinha ou no Estádio Inamar quase sempre em dois períodos. O campo é o único oficial da cidade, e é dividido com o Água Santa, primeiro colocado da chave. A rivalidade entre os dois clubes é grande. "Nossa! O negócio é doido. No dia do jogo, lotou tudo. Havia mais de cinco mil pessoas, bombou mesmo. Ganhamos por 3 a 2, e os caras ficaram loucos!"

Ataliba é gago, desde os tempos do Corinthians, na verdade. Mas diz que isso não o atrapalha no trabalho. "É de boa. Eu falo que se der risada, está fora. Mas é tirando sarro, claro! É só ter respeito." E desse relacionamento técnico-jogador ele entende. Quando lembra das brigas da época de ponta, cai na risada. "Eu estava numa fase doida no Juventus, boa mesmo! Eu que errei, eu sei, mas a gente só vê isso depois. Não sei o que o Candinho falou, mas mandei ele para "aquele lugar". Só ouvi: 'O que? Agora você é o quê, o rei Pelé?'. Eu respondi: 'Sou mesmo!'. Fiquei dez dias de molho". Até hoje, Ataliba considera Candinho o melhor profissional com quem já trabalhou.

No Corinthians, Jorge Vieira também marcou sua carreira ao deixá-lo no banco. "Entrei no jogo, e na primeira bola saiu um gol meu! Ganhamos de 4 a 2 do Flamengo. Olha, quando põe a mão nas costas... Já era, caiu! E assim fui para o banco". No papel de técnico, Ataliba acredita no elenco que tem. "Eu não ponho as mãos nas costas de ninguém! Se eles se unirem e jogarem o que sabem, não tem pra ninguém. O grupo é bom. Já veio a imprensa toda aqui. Estou com 57 anos, e eles se miram em mim. Aqui, eles têm "a" chance, isso tudo é uma vitrine. Daqui a uns 10, 20 anos, espero poder falar 'esse time era eu que comandava', e ouvir: 'Olha, era o gago do Ataliba! (risos)".

Leônidas Santos, gerente de futebol do CAD, é só elogios para com o novo técnico. "Como todo esporte de autorrendimento é desgastante, estressante, e se você tem alguém sem jogo de cintura, fica ruim. Mas com todo esse carisma do Ataliba, esse saber respeitar e cobrar, vamos levando as coisas da maneira correta", afirma. Em meio a risos tímidos, o volante Diogo, que está no Diadema desde a sua fundação, fala bem do "professor". Aos 18 anos, ele já conquistou um espaço entre os 11. "A alegria dele passa para o grupo e reflete dentro de campo. Só temos de jogar futebol e fazer o básico da bola. O convívio é muito bom, tem as brincadeiras e o modo de falar. E ele gagueja um pouco...", diz.

Com seu jeito "curto e grosso", mas cômico e respeitoso, Ataliba espera ir longe na Série B do Paulistão, antiga quarta divisão do futebol de São Paulo. "Já cheguei com a minha experiência, metendo o pau. Eu gosto disso, gosto do começo. Quero ficar aqui. Se aqui já é louco, imagina no Corinthians, no Santos... É de segunda a segunda, sem parar, todo o dia. Mas é gratificante também. Bom vai ser daqui a um, dois anos, e ver todo mundo aqui em um time grande. Isso que vai ser gostoso", diz o confiante Ataliba, sem gaguejar desta vez.

http://www.estadao.com.br/noticias/esportes,ex-corintiano-ataliba-comanda-time-de-diadema-na-serie-b-do-paulistao,1036135,0.htm

Fonte: Estadão

VOLTAR

PATROCINADORES
FILIAÇÕES
APOIADORES
   
  FacebookTwitter
© CAD - Clube Atlético Diadema | Criação de Sites .com.br